Mas quem é que gosta de Dinos??/ But who likes Dinos??

7

Sou uma Geóloga a especializar-me em Paleontologia (vou ignorar todos aqueles que semicerraram os olhos e pensaram “Paleo-quê?”). Mas perdoo-vos. Até ao 7º ano também não fazia ideia que raio era isto. Mas no 7º ano conheci o Professor Carlos Ribeiro (não aquele em quem os Geólogos portugueses pensaram imediatamente – se fosse esse, neste momento a Sofia estaria casada com o Nery Delgado). E o Professor Carlos Ribeiro é um professor-geólogo, não um professor-biólogo. Se me deixarem, vou culpar os professores-biólogos pelo pouco carinho que os alunos adquirem pela Geologia. Até ao 7º ano eu, menina aplicada-de-óculos-na-primeira-carteira-da-sala-de-aula queria ser Professora. A partir do 7º ano, decidi que ia ser Geóloga. No secundário, conheci a Rocha-Mãe. Que mais poderei acrescentar quando uma professora-geóloga se apresenta aos alunos desta forma? Apenas que não me lembro dela sem um sorriso. Que não me lembro de uma aula em que não nos tenhamos divertido e aprendido. Pelo meio conheci aquela que para mim é a maior Paleontóloga de Portugal (sei que vais escrever alguma coisa nos comentários, visto seres o único ser vivo à face da terra que lê isto – para ti: cala-te!). No curso de Geologia conheci muitas pessoas, todas muito diferentes. Alunos, professores, investigadores. Ganhei amigos e inimigos – para a vida. No 3º ano (sim, ainda é um curso que vai sobrevivendo aos horrores de Bolonha e mantém 4 anos!) começam as dúvidas… as desilusões… a desmotivação. O Erasmus não resolveu estes problemas na totalidade, mas sem ele este blogue (que apenas tem uma leitora, cof cof) não existiria. E assim chegamos a estes bolos… e ao mestrado de Paleontologia Avançada, em Madrid. Neste mestrado somos tão-só 14 alunos. 2 deles têm idade para ser meus avós e  atitude para serem meus irmãos. Dos restantes, 5 são biólogos e os demais geólogos. Uma é portuguesa, uma vem de Bilbao, uma de Granada, outra de Salamanca, outra de Cuenca, um de Alicante, um de Ciudad Real, um de Cercedilla e os demais são de Madrid. Ao contrário do que possam pensar, estamos juntos um dia por semana: à quinta-feira. Somos cada vez mais ultra super mega especializados em algo e o mestrado reflexa um pouco isso. Existem 2 ramos, o de Vertebrados e Ecossistemas Terrestres e o de Invertebrados e Ecossistemas Marinhos, de longe o melhor. Como a maioria discorda comigo, a maioria das aulas que tenho limitam-se a 5 pessoas numa sala de aula – sendo a 5ª a professora! Assim sendo, imaginem o único dia da semana em que temos aulas todos juntos (este semestre apenas temos uma disciplina comum aos dois ramos: Património), 4h seguidas durante a tarde (tempo para imaginarem…………………). Com isto tudo queria apenas dizer que serei a pior Paleontóloga de todos os tempos. Nunca gostei de dinossáurios, nem em criança. Ainda não lhes acho piada (desculpa, Pedro!). Nunca vi o 3º filme do Jurassic Park, e até há pouco mais de um ano nunca tinha visto nenhum deles. Mas as quintas-feiras merecem estes bolos – não acham?

P.S. Oferece-se recompensa muito boa em troca de cortador de bolachas em forma de Trilobite – anatomicamente real!

P.S. 2 Aproveitem e conheçam estes meninos (e meninas) e o seu magnífico trabalho 😀 (de nada, Pedro!)

Anúncios

A minha salada favorita/ My favourite salad

1

Bem sei que saladas são algo que cheira a verão – mas posso garantir-vos que hoje esteve um belíssimo dia de verão, aparte de ter vestido um casaco de lã!!! Esta é a minha versão das típicas “saladas gregas”, e após um fim-de-semana com muuuitos “descuidos”, sabe bem começar a semana com este boom de vitaminas!

I know, I know, salads are something that smells like summer – but I can assure you that today was a beautiful summer day, apart from having a wool coat!!! This is my version of the typical “Greek salad”, and after a weekend with lot’s of “bad foods”, it feels good to start the week with this boom of vitamins!

14.02 {DIY}

14.02.2015 blog

O dia de São Valentim é já este sábado e vocês estão à nora, completamente à nora, sem ideias para surpreender a vossa cara metade?? Calma, a salvação está aqui!!!! Preparem-lhe o almoço… e o jantar também!!! 😀 Pronto, talvez seja demasiado, mas deixo-vos aqui uma sugestão de um menú super completo (basta carregar sobre os números e serão direccionados para o blog cuja receita vos proponho)! Quem se atreve? ❤

1. Comecem por estes deliciosos “palmiers de pizza”
2. Um clássico é sempre bem-vindo: salada de polvo
3. Não resisto em partilhar convosco esta receita de sangria!
4. La bela pasta!
5. Se ela está de dieta, sigam à risca esta sugestão de salada!
6. Para os mais aventureiros: coelho & mostarda
7. Para os amantes de chocolate
8. Um “gelado de inverno”
9. Não comprem bombons, façam este bolo!
10. Se não se arriscarem a fazer este bolo, podem sempre encomendar 🙂

The Valentine’s Day is this Saturday and you have absolutely no ideas to surprise your lover?? Keep calm, your salvation is here!!!! Prepare her lunch… and dinner too!!! 😀 Okay, maybe it’s too much, but I got here a a very complete menu for you (just click on the numbers and you will be sent to the blog which have the recipe)! Who dares? ❤

1. Start by these delicious “pizza palmiers”
2. A classic: octopus salad
3. I just can’t resist to share with you this sangria recipe!
4. La bela pasta!
5. If she is in diet, follow this suggestion to the letter!
6. For the more adventurous: rabbit & mustard
7. For chocolate lovers
8. A “winter ice cream”
9. Don’t buy chocolates, make this cake!
10. If you do not take risks to make this cake, you can always order it 🙂

VALENTINES ARROW-14

E já agora, não comprem flores – façam estas setas de cupido (semi) comestíveis! ❤

And by the way, doN’t buy flowers – do these cupid arrows (half) edibles! ❤

CUPID ARROW-5

Mini pizzas de beringela/ Eggplant’s mini pizzas

74

O nosso mês dedicado à cozinha vegetariana começa com uma receita simples  -muito simples mesmo! Para quando chegam a casa esfomeados e vos apetece fastfood – aqui têm uma sugestão saudável e que posso garantir que vos saciará 😉

Our month dedicated to vegetarian food starts with a simple, very simple recipe! For when you get home hungry and you feel like “I need fastfood!” – here you’ve got a healthy suggestion that I can guarantee that will satisfy you 😉

Nem só de pão vive o Homem V: Saragoça/ Zaragoza

6

Janeiro terminou com uma visita a Saragoça, um misto de pausa entre exames, ida a campo e vontade de conhecer uma cidade nova 🙂 A chuva e o frio foram constantes, mas nem por isso o fim-de-semana menos bom! Obrigada a quem me acolheu!! Deixo-vos com um cheirinho da cidade… e arredores.

January ended with a visit to Zaragoza, a mix of break between exams, going to the field and desire to know a new city 🙂 The rain and the cold were constant, but not a less good weekend! Thank you to those who welcomed me!! I leave you with a taste of the city … and beyond.