Bolachas 3 chocolates

Bolachas 3 choc_blog (1)

Estas são as bolachas que os meus amigos mais vezes me pedem para fazer. A receita original é da fantástica Linda Lomelino, mas a primeira vez que as fiz decidi juntar também chocolate branco e o resultado foi muito muito bom! Agora que os excessos da época festiva já lá vão, trago-vos uma receita docinha para os chocoholics!

Bolachas 3 choc_blog (4)

Ingredientes: 300g de farinha; 1/4 c.sopa de sal; 1/2 c.sopa de fermento; 150g manteiga, derretida; 150g açúcar mascavado; 90g de açúcar branco; 1/2 c.sopa de extrato de baunilha; 1 ovo; 1 gema; 100g de pepitas de chocolate negro; 100g de pepitas de chocolate de leite; 100g de pepitas de chocolate branco.

Preparação: Pré-aqueçam o forno a 160ºC. Numa taça grande, misturem a manteiga, os açúcares e a baunilha e misturem bem, com uma batedeira; juntem o ovo e a gema e batam até estar bem incorporado. Juntem a farinha, fermento e sal e misturem, de forma a homogeneizar. Por fim, misturem as pepitas de chocolate. Num tabuleiro coberto com papel vegetal, coloquem pequenas bolinhas de massa, espaçadas entre si (a massa vai crescer e a bolinha “transformar-se” num disco). Levem ao forno entre 9 a 13min e deixem arrefecer ligeiramente antes de as devorar partilhar 🙂

Bolachas 3 choc_blog (3)

Bolachas 3 choc_blog (2)

Anúncios

Egg Lovers

egg lovers

Tal como prometido, partilho convosco duas receitas muito muito muito simples, perfeitas para um brunch, um jantar preguiçoso, um lanche com os amigos,… desculpas não faltarão 😛 Os protagonistas são os ovos (vegans, podem fechar o blog agora!), tão versáteis, tão por mim adorados (especialmente as gemas juntinhas ao açúcar e às amêndoas), tão rápidos de preparar e com possibilidades infinitas 😉 Vamos a isso?

AnivVivi (6)

Mini cestinhos de presunto

Ingredientes: ovos q.b., 2 fatias de presunto por cada ovo, pimenta q.b., ervas aromáticas a gosto (ou pesto).

Preparação: Pré-aqueçam o forno a 180ºC; em formas de queques, coloquem uma fatia de presunto lateralmente (à volta da forma) e dobrem a segunda ao meio, cobrindo o fundo e garantindo que o presunto cobre completamente a forma. Cuidadosamente, abram um ovo para dentro da forma e por cima coloquem os temperos a vosso gosto (eu não coloquei sal, pois o presunto em si é suficiente). Repitam tantas vezes quantos os ovos que pretendem cozinhar. Levem ao forno cerca de 10-15min – a questão do forno é sempre mais complicada, pois cada um conhece o seu forno e os seus truques 😉 outra questão prende-se com a cozedura da gema – pessoalmente não sou fã da gema líquida, mas se forem experimentem deixar o ovo menos tempo no forno. Algo me diz que vão gostar tanto desta receita tão simples que a irão repetir, pelo que podem ir testando as temperaturas e o tempo de cozedura 🙂

AnivVivi (13)

Falsa pizza de ovos “estrelados”

Ingredientes: 4 folhas de massa filo (daí a falsa pizza – mas podem usar base de pizza normal!), queijo parmesão às lascas, fatias de presunto, ovos, folhas de rúcula, 2 c.sopa de manteiga (1/2 alho e 1/4 cebola – opcional), pimenta q.b..

Preparação: Pré-aqueçam o forno a 180ºC; derretam a manteiga e, se preferirem um sabor mais forte, juntem o alho e a cebola. Estendam a 1ª folha de massa, pincelem com a mistura da manteiga e coloquem por cima a 2ª folha de massa; repitam o processo até à última folha. Cubram com o queijo parmesão ; façam pequenos “buracos” entre o queijo para colocar os ovos, por forma a que estes não se espalhem demasiado sobre a massa. Coloquem à volta dos ovos algumas fatias de presunto. Polvilhem com um pouco de pimenta. Levem ao forno cerca de 15min; coloquem algumas folhas de rúcula por cima e deliciem-se com esta falsa pizza ainda morna!

AnivVivi (14)

DREAM ON, LITTLE DREAMER (II)

AnivVivi (5)

Déjà-vu? Não, nada disso! A decoração manteve-se, mas os crescidos comem (bem) mais que os petizes! Um brunch nesta fria manhã de inverno, que é como quem diz, uma desculpa para juntar os amigos antes do Natal (sim, perdoem-me o atraso na publicação destes posts)… Adoro o facto de a Sofia me dar total liberdade para experimentar novas receitas, sabem, aquelas que temos marcadas com um post-it desde o dia em que abrimos o novo livro de receitas e enviamos fotos à malta a dizer “no próximo jantar quero experimentar isto”!!!! Os rolos de canela fizeram toda a gente feliz, eu incluída! Confesso que já experimentei várias receitas, mas esta, com algumas adaptações, é para repetir! O cheesecake que aí vêem foi uma adaptação desta receita, que vi numa revista da Sainsbury’s. Quanto aos salgados, para além de um camembert com ervas do forno (que derreteu mais do que devia), e de uma salada grega, os ovos foram os reis da festa! Há por aí alguém que queira duas receitas com ovinhos como protagonistas???? 😛

AnivVivi (9)

AnivVivi (22)

AnivVivi (6)

salty

AnivVivi (10)

AnivVivi (19)

AnivVivi (24)

AnivVivi (25)

Dream on, little dreamer (I)

AnosViviSabado (31)

Fazer 6 aninhos é sinónimo de muita alegria, muita excitação, desejos, ansiedades, algumas frustrações mas também muitos sonhos na cabeça. É querer ter a casa cheia de amigos e amigas, poder brincar livremente com eles, vestir os fatos que deveriam estar exclusivamente reservados para (d)o Carnaval e rir, rir muito! Ora 6 anos trazem também imeeeeensa pressão para a minha pessoa – este ano pela primeira vez tive uma lista de requisitos gastronómicos por parte da aniversariante, vejam bem! 😉 Eh eh eh! Podes pedir panquecas com Nutella todos os anos, minha querida! Uma mesa simples, cheia de cor-de-rosinha (enquanto não fizeres questão de ter festas temáticas com os teus heróis favoritos, abusarei do cor-de-rosa!), borboletas e passarinhos, framboesas e chocolate! (vá, podemos agora confessar que o balão com o número 6 foi o que realmente fez as delícias da aniversariante e do mano mais novo!). As fotografias foram dedicadas essencialmente à pequenada e às suas brincadeiras, mas prometo que vos trago em breve a festa dos amigos mais crescidos…

AnosViviSabado (45)

AnosViviSabado (44)

AnosViviSabado (35)

…fiquem atentos, em breve partilharemos o super brunch dos mais crescidos! 😉

VII CJIG, Estremoz

CJIG7cbreaks (18)

E cá estamos nós, pelo 3ª ano consecutivo, a aconchegar os estômagos dos Geocientistas, a par de toda a “food for thoughts” que têm durante o Congresso (espreitem a edição de 2015 e a de 2016!). Entre receitas “clássicas” e “mais pedidas” e algumas inovações, é sempre para mim um prazer voltar a Estremoz, reencontrar amigos e colegas, ficar a conhecer o que de melhor se tem estudado e investigado neste país… e em Espanha! Fiquem com algumas fotografias dos petiscos 😉

CJIG7cbreaks (23)

CJIG7cbreaks (31)

CJIG7cbreaks (4)

CJIG7cbreaks (5)

CJIG7cbreaks (7)

CJIG7cbreaks (12)

CJIG7cbreaks (17)

CJIG7cbreaks (11)

CJIG7cbreaks (1)

CJIG 17

CJIG7cbreaks (14).jpg

CJIG 17_2

CJIG7cbreaks (20)

CJIG7cbreaks (15)

Obrigada à querida Sofia pelo registo fotográfico 🙂

Obrigada a toda a querida equipa do CCVEstremoz pela confiança e ajuda, anos após ano ❤

FAUNA

FaunaDia1 (37)

Foi com muito gosto que aceitámos o convite do FAUNA – Núcleo de Espécies Exóticas, Silvestres e Selvagens da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa! Seria – e foi! – o nosso maior desafio até à data: mais de 250 pessoas, 3 coffeebreaks por dia, durante 3 dias! Ah, e 25% da malta vegan, 100% vegan 😉 Com a super ajuda da Sofia, levámos a bom porto este mega desafio. Os petiscos foram variados, entre doces e salgados, frutinha sempre fresca, bolachas caseiras e iguarias vegan, uffff, andámos a mil! Palavras para quê? Espreitem tudo nas fotografias abaixo e atentem nos lindos origamis que a Sofia preparou, com tanta dedicação! Um obrigada do tamanho do mundo à Sofia por toda a ajuda, por ter estado no terreno, incansável, e à minha mãe, por todo o back-up em casa, igualmente incansável, de mãos na massa ❤

Fauna2e3 (28)

FaunaDia1 (28)

FaunaDia1 (25)

FaunaDia1 (19)

FaunaDia1 (24)

FaunaDia1 (11)

FaunaDia1 (20)

Fauna_

FaunaDia1 (33)

FaunaDia1 (16)

FaunaDia1 (15)

Fauna2e3 (24)

Fauna2e3 (11)

Fauna2e3 (12)

Fauna2e3 (9)

FaunaDia1 (1)

IMG_1171

A baby is coming {GoT babyshower}

BabyShowerEma (73)

Nunca é fácil começar os posts mais pessoais e que mais nos tocam… Quando entrei no meu actual emprego, tive a sorte de conhecer pessoas incríveis. Vinda do mundo universitário, com uma passagem por Estremoz, o mundo das ‘grandes empresas’ assustava-me. Esperava pessoas frias, workaholics, a olhar apenas para o seu umbigo. Tive a sorte de encontrar exactamente o oposto, em particular nos Geocientistas 😉 A Raquel e a Diana tornaram-se pessoas muito importantes da minha vida, uma espécie de irmãs, daquelas que a vida nos dá, e pelas quais agradecemos todos os dias. Quando a Raquel nos confidenciou que ia ser mamã, ficámos radiantes! Ainda por cima uma menina! Entre muitas outras coisas, o babyshower teria de ser p-e-r-f-e-i-t-o! Mas sem cor-de-rosa… Oh, vá lá, vocês sabem a dificuldade que isso é para mim… =| Até que pensámos numa das sérias favoritas dos futuros papás: Winter Baby is coming. Aí estava o tema (e uma certa inspiraçãozinha, confesso…)!!!! O resultado? Façam scroll down e divirtam-se com o maravilhoso (como sempre!) registo fotográfico da Sofia!

Muito obrigada à Diana, partner in crime,  sem ti este babyshower não teria sido possível! Muito obrigada à Tentáculo Creative Solutions pela parceria 😉 incríveis os estandartes deles, hein?! Obrigada aos “meus” fanáticos do GoT por toda a ajuda para o photo booth (afinal, não nos esqueçamos, eu não vejo a série…). E claro, à Raquel e ao André, pela confiança, por nos terem aberto a porta e permitirem serem expulsos da sua própria casa, eh eh eh! Olhem que foi muito difícil manter tanto secretismo, valha-me a Diana!!

BabyShowerEma (56)

BabyShowerEma (49)

GoT_collage1

BabyShowerEma (10)

GoT_collage2

BabyShowerEma (125)

GoT_collage3

GoT_collage5

BabyShowerEma (63)

BabyShowerEma (69)

BabyShowerEma (227)

BabyShowerEma (24)

BabyShowerEma (71)

BabyShowerEma (51)

This is Halloween! {3 receitas com abóbora}

31outubro (67)

Oh!, o Halloween, essa tradição anglo-saxónica já tão enraizada em nós! Querendo fazer mãe e filhos felizes, organizámos um jantar completamente em cima do joelho para alguns amigos, sendo o mote … o Halloween e as abóboras! Tenho de confessar que nunca vi a família tão excitadamente-sincronizada: a mãe com a sua obra-prima, a abóbora que está na fotografia (“epa isto é mesmo fácil!, e fica espetacular!!!”), a Violeta que tomou conta das decorações (rolos de papel higiénico que viram aranhas e vampiros) e o Romeu com a sua dentadura vampiresca, que mal lhe cabe na boca!

As receitas que partilho hoje convosco são bastante rápidas e simples, com excepção do cheesecake, que deverá ser preparado de véspera. Fizeram as delícias de vampiros, dinossauros e humanos (de diferentes faixas etárias). Não houve prato que se salvasse e sobrasse para contar a história deste 31 de Outubro, pelo que este é bom indicador quanto ao sucesso dos mesmos 😉

A Quinta do Arneiro

Mafra gajas (28)

Não sei se conhecem a Quinta do Arneiro mas aposto que, em caso negativo, pelo menos já ouviram falar. Este projecto (re)nasce de uma herança familiar e da grande força de vontade da Luísa. Hectares de terreno dedicados à pêra rocha vão sendo, a pouco e pouco, convertidos numa grande horta biológica (e de acolhimento – afinal, muitos dos trabalhadores são nepaleses). E tem dado frutos. E tem crescido. Podem ler um pouco da história da Quinta e da Luísa aqui (e nos links anteriores), mas nada substitui uma visita à Quinta e uma conversa com a própria. Ela faz questão de conhecer e conversar com os visitantes, e sente-se simultaneamente a sua paixão e orgulho neste grande projecto de vida.

Fui almoçar com algumas amigas à Quinta no passado dia 5 de Outubro, e como daí resultaram uma fotografias tão bonitas (pela lente da Sofia), achei que deveria partilhar convosco esta visita 🙂

Imagem2

443 Milhões de anos depois… (II)

hist

O dia D. 443 milhões de anos depois, a Sofia é Doutora. Hurray! Um dia bastante ansiado, por ambas, por motivos muuuito distintos. Dizem as más línguas que um Doutoramento termina num Permanent head Damage… É algo que não quero comprovar, as dores de cabeça do Mestrado chegaram e sobraram 😛 Mas posso dizer-vos que conheci a Sofia no início desta aventura e tive o privilégio de acompanhar esta odisseia. Sim, odisseia! A Sofia encosta os deuses todos do Olimpo a um canto!!!! Nunca conheci pessoa tão determinada, entusiasta, que jamais baixa os braços, que cai e se levanta logo logo a seguir. Ficar parada é que não. A vida segue, corre, voa, e ela está lá. A viver. A Sofia e a sua Canon, a viver, a registar o momento, a partilhar. Se há pessoa verdadeiramente apaixonada pelo tema da sua tese, essa pessoa é a Sofia. Mas tal como no amor, há dias menos bons. Há dias em que apetece desistir. Há dias em que se quer estar sozinha, há dias em que se discute, se zanga, em que a insegurança se instala… Valem os outros. Em particular os dias de campo, que culminam com um banquete que, uma vez mais, faria os deuses do Olimpo roerem-se de inveja! Ficam as pessoas, por esse mundo fora, que partilham a mesma paixão. A paixão de entender o nosso mundo e todos os seus mistérios, há bem mais de 443 milhões de anos, altura essa em que não existiam plantas nem qualquer forma de vida fora de água! Conseguem imaginar?!

Parabéns Sofia! És grande! ❤