A (in)sustentabilidade dos Recursos Minerais

A_insustentabilidade (4)

Falar deste evento não é fácil, e tenho de partilhar convosco dois pontos de vista… Um mais formal, em que consistiu o evento, o incrível livro da Sofia, o Centro de Ciência Viva do Lousal, a Conferência seguida de Debate aberto… mas por outro lado, a minha ausência, a incrível ajuda de todos, e acima de tudo, a força (de vontade) da minha mãe, que construiu o barco, segurou o barco, navegou e atracou, em águas bem turbulentas 😉

Blog_1

Este foi um evento organizado pela Sociedade Geológica de Portugal e pelo Centro Ciência Viva do Lousal, sobre um tema bem pertinente para esta Black Friday e o consumo descontrolado: “A (in)sustentabilidade dos Recursos Minerais”. Citando a divulgação do evento, “Na Sociedade actual, em profunda e rápida transformação, onde vários desafios têm sido postos “na ordem do dia”, com principal ênfase para a Humanidade, menos atenção se tem dedicado à demanda e pressão que esses desafios exercem sobre a prospecção e exploração de recursos minerais, que são finitos no planeta Terra. … São os Recursos Minerais que têm de suprir o aumento substancial do uso de novas tecnologias para o aumento progressivo do bem-estar a nível mundial; paralelamente, são os Recursos Minerais que têm de ser produzidos em quantidade suficiente para garantir que são satisfeitas as necessidades inerentes ao aumento constante de desmesurado da população mundial; e são os Recursos Minerais que, num horizonte muito próximo, terão de substituir, se é que tal é possível, fontes de energia baseadas nos combustíveis fósseis para fontes de energia enquadradas nos objectivos da Economia Descarbonizada. Como consequência, a Economia Circular não é, de todo, circular pelo que o aumento da exploração de Recursos Minerais é um facto por demais evidente.”
Dado o mote, o dia contou com uma Conferência / Debate que envolveu não só o público interessado e preocupado com os problemas do nosso Planeta, como ainda o suporte científico de quem está no terreno, os Geólogos e Geocientistas, destacando o Prof. Iain Stewart da Universidade de Plymouth (RU), um dos grandes comunicadores de Ciência a nível mundial, particularmente na área das Geociências, contando, entre muitos outros trabalhos, com diversas séries na muito prestigiada BBC.

A_insustentabilidade (50)

A_insustentabilidade (59)

Igual destaque merece a nossa Sofia Pereira, com o lançamento do seu livro “A Mina em que vivemos”, destinado ao público em geral, mas muito em especial aos alunos e professores dos Ensinos Básico e Secundário, sobre os elementos químicos e os minerais de onde são extraídos começando, nesta primeira versão, pelos elementos definidos como críticos pela União Europeia. Um livro muito bem ilustrado por Alexandra Couto, num casamento perfeito para informar qualquer faixa etária da importância dos Recursos Minerais.
Se estiverem interessados em adquirir o livro da Sofia, entrem em contacto connosco (Instagram, Facebook). Ainda existem alguns exemplares disponíveis!

A_insustentabilidade (2).jpg

Blog_2

Perante tantos desafios e ideias, era necessário nutrir o corpo (e a mente!). A menos de uma semana do evento, soube que não poderia estar em Portugal, por conflitos laborais. O caos, o drama, o horror. O “E agora??”, o plano B, o arregaçar mangas. A minha super mãe agarrou nas rédeas e conduziu o evento, não sem algum nervosismo, é certo (“só não tive um ataque cardíaco porque não podia, as pessoas precisavam de mim”, nas suas palavras, ah ah ah!). Tudo organizado no fim-de-semana, bolachinhas ainda pela minha mão, adiantar terça-feira de manhã tanto quanto possível, paparoca, material, etiquetas, flores…. Abraços, palavras de apoio e a certeza de que esta responsabilidade não poderia estar em melhores mãos! Geo-pessoas, o vosso feedback foi incrível, a ajuda de alguns de vós essencial, o meu enorme (e orgulhoso) OBRIGADA a tod@s! Em especial à minha mãe a à sua amiga Carla 😉

a_insustentabilidade-87.jpg

A_insustentabilidade (6)

A_insustentabilidade (89)

A_insustentabilidade (1)

PhD Shower: Rútilo 1 – 0 Zircão

PhDShowerInês (36)

Bem sei, bem sei. Somos muita nerds, ah ah ah! Somos Geólogas, Cientistas, por isso perdoem-nos! Já aqui partilhámos o PhD Shower da Sofia, naquele que foi o único dia de chuva durante todo o mês de Agosto de 2017. Pois bem, a chuva não nos dá tréguas, e quando temos a oportunidade de celebrar o Doutoramento de mais uma amiga, lá vêm aguaceiros (que tanta falta fazem, é certo). Mas isso agora não interessa nada!

A nossa querida Inês é daquelas “pessoas-sol”, com um coração gigante, uma gargalhada contagiante, opiniões vincadas e um abraço forte, terno e reconfortante. Tem uma energia que não acaba nunca, e por isso, decidimos juntar muitos dos seus amigos e preparar-lhe uma surpresa. A Sofia, que leu a tese de fio a pavio, lembrou-se que seria giro usarmos alguns detalhes para decorar a festa: a estrutura cristalina dos rútilos e das anatases, versão origamis, e umas “tirinhas” de banda desenhada, que humoristicamente juntam parte da sua investigação com o fim desta jornada.

PhDShowerInês (7)

Quanto à temática da paparoca, girou à volta de todos os locais do mundo onde a nossa Inês andou a “picar pedra”. Partindo de Portugal, Espanha mesmo aqui ao lado, vários países europeus, e ainda dois saltos ao outro lado do Atlântico! Quisemos que ela recordasse todos os sabores que a foram acompanhando nesta jornada, e partilhar os mesmos com todos os amigos. Por entre pastéis de nata e feijão, bom vinho e queijos, fish and chips, scones, marshmallows e donuts, paçoca, fruta tropical, camembert, croissants… uffff, muita delícias, muitos brindes, e muitos amigos!

PhD_Shower_rútilo7

PhD_Shower_rútilo8

PhD_Shower_rútilo2

PhD_Shower_rútilo

PhD_Shower_rútilo3

PhD_Shower_rútilo9

PhD_Shower_rútilo10

PhD_Shower_rútilo5

PhD_Shower_rútilo6

PhD_Shower_rútilo11

PhD_Shower_rútilo12

E que venha daí a discussão e defesa da tese, super Inês! ❤

Bem-vindo, Xavier!

BabyshowerXavier (24)

Celebrar a vida. A renovação de gerações. A alegria de aumentar a família! Escrevo-vos após a partida da minha avó, um momento difícil, com a certeza de que a vida deve ser celebrada, preenchida, amada, dia após dia! É certo que uma mãe não tem filhos favoritos, mas este babyshower foi pensado e preparado com muito carinho, com a atenção cuidada em cada detalhe, em cada ingrediente. Esta é uma família muito querida para nós, e sendo este o terceiro babyshower que organizamos, urgia inovar, renovar, não cair na rotina (podem espreitar aqui o babyshower do mano mais velho e aqui o babyshower das primas).

BabyshowerXavier (153)

Aniversário Vaiana

Vaiana_Aniversário

E quando achamos que planear festas de aniversário já não é um desafio? Ah ah ah deixem-nos rir, pois esta festa foi um dos nossos maiores desafios, até à data! Temos que confessar: quando nos disseram que o tema do aniversário seria a Vaiana, da Disney, ficámos um pouco receosas… afinal, nem a Sofia, que tem 2 crianças em casa, tinha visto este filme! Vai daí, eu fui logo ver o filme, fiz um brainstorming com a Sofia e a mulher não parou de ter ideias!!!! Era uma atrás da outra, quisemos capturar todos os detalhes do filme, mesmo não tendo presente a Vaiana em si, pois esse era o papel da pequena aniversariante, que foi vestida a rigor! Mas qual tia babada, deixem-me num par de frases gabar a nossa incrível estrutura de balões! Lá está, a Sofia teve esta ideia incrível, mas eu nunca pensei que a conseguíssemos pôr em prática. Desde tutoriais no Youtube a ideias no Pinterest, folhagem cortada ao som das músicas do Festival da Canção, muitos balões rebentados, ei-la, senhores e senhoras, esta incrível estrutura de balões!

Generation Galp

Uau! Que desafio este, hein?! Desde já, se é a primeira vez que estão a abrir o blog do Happy Messy Kitchen, bem-vindos! Se são leitores habituais, obrigada por continuarem aí!
Foi com alguma relutância e muitos, muitos, muuuuuitos nervos que aceitei este convite da Galp. Muitos de vós sabem que sou Geóloga, que é a minha profissão, que a exerço a tempo inteiro, mas calculo que a maioria de vós não sabia muito mais. Pois bem, desde 2015 que ingressei como Trainee nesta grande empresa nacional! Com vista a valorizar as pessoas que trabalham na Galp, o desafio foi explorar um pouco os nossos hobbies, sob o mote de que somos mais do que colaboradores da nossa empresa! Temos outras paixões, que não invalidam o nosso trabalho cá dentro! Essas paixões fizeram-nos crescer, deram-nos skills que aproveitamos cá dentro, para sermos mais e melhores. Provavelmente em pequenos não sonhávamos chegar aqui, mas as opções que fizemos na vida trouxeram-nos até aqui… e ainda bem!
Conto-vos aqui um bocadinho mais da minha história, resumida em 1min e 17seg! 🙂 Foi muito interessante compreender como funciona este universo, se me permitem usar este termo. Desde contar a nossa história para a criação do conteúdo, gravar o som, planear e gravar as imagens… directora, realizador, câmara, luzes, maquilhadora… uma dezena de pessoas à minha volta! Os nervos foram ficando esquecidos, toda a equipa de filmagens me deixou super à vontade, nada melhor que umas piadas para quebrar o gelo! Um super obrigada a tod@s os que tornaram estes dois dias uma experiência única e incrível!

IMG_6253

O Bicho-da-seda (festa 2 em 1)

AnosVioleta (2)

Bem, antes de mais, gostava de esclarecer que esta festa de anos é resultado de uma tremenda confusão (mea culpa, mea culpa), pois a Vi queria uma festa temática sobre o… bicho da conta!!!! Sim sim, aqueles que parecem trilobites vivas, ahahah. Mas o meu cérebro processou “bicho-da-seda” em vez de “bicho da conta”, pensei logo em borboletas e cor-de-rosa e seda e algodão doce e coisas fofinhas, nem imaginam os (mili)segundos que o meu coração parou quando a Sofia me diz “não-não, é bicho da conta, mas fala com a Vicas e cheguem a um acordo”. O que vale é que as crianças ficam felizes com qualquer miminho, e surgiu assim a festa-temática-com-o-tema-mais-desafiante-de-sempre ahahahahah. Gostaria ainda de partilhar com todos os caros leitores que o género científico do bicho-da-seda é Bombyx, e fico com uma vontade tola de dizer que esta festa esteve a bombar… (ok, prometo não fazer mais piadas secas até ao final do post!!!).

IG_1

A Ema faz 1 aninho!

AniversarioEma (5)

Quem se lembra deste babyshower põe a mão no ar 😀 Pois é, o tempo voa e damos por nós a organizar o primeiro aniversário da linda Ema! Que para além de linda é super querida e perspicaz, e encanta qualquer pessoa! Claro que tem à sua volta uma família muito unida, que puxa por ela todos os dias, mimando-a sem limites! É das bebés mais sorridentes que conheço, sempre bem disposta, sempre curiosa, sempre linda linda LINDA!

AniversarioEma (6)

Oh darling, let’s be adventurers!

Babyshower Diana (31)

Para quem acha que ser mãe de um(a) é uma aventura, o que não será ser mãe de dois???? Lembram-se da Sandra e do seu babyshower rústico? Escrevo-vos este post (tarde) numa altura em que ela já é mamã não de uma, mas de duas meninas 🙂 Yeah, parabéns a esta super família!! Porque a aventura continua, nós tivemos todo o gosto em organizar o babyshower da segunda menina! A inspiração girou desta vez à volta da nossa Terra, e do bom que é viajar, descobrir, conhecer, e de todas as aventuras sem fim que esta querida família se prepara para continuar a viver! Até o brunch que cozinhei foi buscar sabores a diversos cantinhos do mundo, e tenho a certeza que a bebé adorou tantos sabores e texturas diferentes, ah ah ah! Deixo-vos com o registo fotográfico da querida Sofia 🙂

Babyshower Diana (16)

Celebrar o amor

DespedidaSilvia (4)

Já vos comentei no post anterior que para mim o amor pode ter muitas formas e feitios, importante é celebrá-lo. Quis o destino que tivéssemos de planear duas despedidas de solteira de seguida, e foi um desafio garantir que cada uma delas tivesse a sua própria identidade 🙂 E foi assim que, numa (não muito) quente tarde de Agosto, seis amigas celebraram o amor e a amizade, pois “a Sílvia vai casar e nós vamos festejar!”.