A (in)sustentabilidade dos Recursos Minerais

A_insustentabilidade (4)

Falar deste evento não é fácil, e tenho de partilhar convosco dois pontos de vista… Um mais formal, em que consistiu o evento, o incrível livro da Sofia, o Centro de Ciência Viva do Lousal, a Conferência seguida de Debate aberto… mas por outro lado, a minha ausência, a incrível ajuda de todos, e acima de tudo, a força (de vontade) da minha mãe, que construiu o barco, segurou o barco, navegou e atracou, em águas bem turbulentas 😉

Blog_1

Este foi um evento organizado pela Sociedade Geológica de Portugal e pelo Centro Ciência Viva do Lousal, sobre um tema bem pertinente para esta Black Friday e o consumo descontrolado: “A (in)sustentabilidade dos Recursos Minerais”. Citando a divulgação do evento, “Na Sociedade actual, em profunda e rápida transformação, onde vários desafios têm sido postos “na ordem do dia”, com principal ênfase para a Humanidade, menos atenção se tem dedicado à demanda e pressão que esses desafios exercem sobre a prospecção e exploração de recursos minerais, que são finitos no planeta Terra. … São os Recursos Minerais que têm de suprir o aumento substancial do uso de novas tecnologias para o aumento progressivo do bem-estar a nível mundial; paralelamente, são os Recursos Minerais que têm de ser produzidos em quantidade suficiente para garantir que são satisfeitas as necessidades inerentes ao aumento constante de desmesurado da população mundial; e são os Recursos Minerais que, num horizonte muito próximo, terão de substituir, se é que tal é possível, fontes de energia baseadas nos combustíveis fósseis para fontes de energia enquadradas nos objectivos da Economia Descarbonizada. Como consequência, a Economia Circular não é, de todo, circular pelo que o aumento da exploração de Recursos Minerais é um facto por demais evidente.”
Dado o mote, o dia contou com uma Conferência / Debate que envolveu não só o público interessado e preocupado com os problemas do nosso Planeta, como ainda o suporte científico de quem está no terreno, os Geólogos e Geocientistas, destacando o Prof. Iain Stewart da Universidade de Plymouth (RU), um dos grandes comunicadores de Ciência a nível mundial, particularmente na área das Geociências, contando, entre muitos outros trabalhos, com diversas séries na muito prestigiada BBC.

A_insustentabilidade (50)

A_insustentabilidade (59)

Igual destaque merece a nossa Sofia Pereira, com o lançamento do seu livro “A Mina em que vivemos”, destinado ao público em geral, mas muito em especial aos alunos e professores dos Ensinos Básico e Secundário, sobre os elementos químicos e os minerais de onde são extraídos começando, nesta primeira versão, pelos elementos definidos como críticos pela União Europeia. Um livro muito bem ilustrado por Alexandra Couto, num casamento perfeito para informar qualquer faixa etária da importância dos Recursos Minerais.
Se estiverem interessados em adquirir o livro da Sofia, entrem em contacto connosco (Instagram, Facebook). Ainda existem alguns exemplares disponíveis!

A_insustentabilidade (2).jpg

Blog_2

Perante tantos desafios e ideias, era necessário nutrir o corpo (e a mente!). A menos de uma semana do evento, soube que não poderia estar em Portugal, por conflitos laborais. O caos, o drama, o horror. O “E agora??”, o plano B, o arregaçar mangas. A minha super mãe agarrou nas rédeas e conduziu o evento, não sem algum nervosismo, é certo (“só não tive um ataque cardíaco porque não podia, as pessoas precisavam de mim”, nas suas palavras, ah ah ah!). Tudo organizado no fim-de-semana, bolachinhas ainda pela minha mão, adiantar terça-feira de manhã tanto quanto possível, paparoca, material, etiquetas, flores…. Abraços, palavras de apoio e a certeza de que esta responsabilidade não poderia estar em melhores mãos! Geo-pessoas, o vosso feedback foi incrível, a ajuda de alguns de vós essencial, o meu enorme (e orgulhoso) OBRIGADA a tod@s! Em especial à minha mãe a à sua amiga Carla 😉

a_insustentabilidade-87.jpg

A_insustentabilidade (6)

A_insustentabilidade (89)

A_insustentabilidade (1)

2 thoughts on “A (in)sustentabilidade dos Recursos Minerais

  1. Só faltou a mítica trança de Nutella… E é mítica porque já não a vejo há tanto tempo que começo a duvidar que não existe nem nunca existiu 😦 mas estava tudo incrível!

  2. Ora…e vão dois ataques cardíacos que só não aconteceram porque não havia disponibilidade das respetivas proprietárias, a tua mãe e eu. Dia internacional de Murphy, aquele em que me disseste que não ias estar cá :p Nem sei como agradecer a vossa ginástica e como poderei recompensar a tua mãe pela diminuição da esperança de vida. E cada vez que a abordavam, ela respondia: “Ai não me agradeça, isto foi tudo a minha filha” ahahah ainda assim, põe-te atenta, mais uma destas e a tua mãe abre o Sad Tidy Kitchen, que ela já é menina para se aguentar à bronca 🙂
    E sim, eu ainda queria ter falado do meu pai e como 86 anos de vida não mudaram a forma como foi habituado. Ainda açambarca torradeiras do lixo e arranja-as, mesmo que pudesse ir comprar uma dúzia ao supermercado. E nós agora somos o oposto, é um ter ter ter e descartar descartar descartar. Mas serão precisos outros tantos anos para que se enraíze uma forma de viver menos parva do que a que temos agora.

Deixe uma Resposta para Sofia Pereira Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s